05.set.2011 | Rentcars.com | Dicas

Lendários pilotos da Formula 1

Esta é uma lista polêmica, afinal, é possível dizer quem são os cinco melhores pilotos da história da Fórmula 1, que se transformaram em lendas do esporte? Nós da Rentcars decidimos arriscar e enumeramos os nossos cinco Lendários Pilotos da Fórmula 1 que marcaram o automobilismo mundial e são lembrados como gênios da pista.

Características únicas os transformaram em figuras maiores do que a vida e revolucionaram toda a história deste esporte. Conheça agora os cinco pilotos legendários da Fórmula 1!

Ayrton Senna

Lendários pilotos da Fórmula 1Quase unanimidade entre os pilotos e espectadores, pode-se dizer que Ayrton Senna era obcecado pela vitória e a buscava a qualquer preço. Sacrificava-se dentro da pista, vide a corrida do Brasil em 1991, treinava exaustivamente de kart para melhorar sua técnica e vivia para o automobilismo. A garra do piloto brasileiro gerava manobras memoráveis e histórias de superação.

O brasileiro estreou na Fórmula 1 em 1984, pela Toleman, e foi subindo degrau a degrau, com carros bons e inferiores, até o lugar mais alto do pódio. Senna teve passagens místicas, como a vez em que disse que estava em outra dimensão durante uma volta de classificação do GP de Mônaco. O piloto descreveu o momento dizendo que pilotava por instinto, acima de todos os limites. E assim é descrita a carreira do piloto: Senna parecia entrar numa liga própria, sem que nada lhe fizesse frear. As manhãs de domingo eram os dias reservados para ver o piloto superar as fraquezas de seu carro e buscar a todo custo a vitória.

Os brasileiros nunca mais se esquecerão da curva Tamborello. Ali, todos prenderam a respiração quando a Williams bateu abruptamente e deu fim à carreira de um dos maiores ídolos do esporte brasileiro.

Alain Prost

Lendários pilotos da Fórmula 1

O apelido ‘professor’ de Alain Prost não era à toa. O piloto francês externava nas pistas precisão e técnica, aliadas a um dom natural. Estreando na Fórmula Um em 1980, Prost detonava com todos os companheiros de equipe que cruzavam o seu caminho, isto até Senna aparecer e nascer, em 1988, uma das maiores rivalidades que a F1 já presenciou. Prost era cerebral e suave como um gato, seu estilo de pilotagem era sem erros, o que também rendia, por alguns, o título de piloto sem arrojo.

Mas Alain sabia o que fazia e, se alguém o desafiava, Prost subia o nível e arriscava manobras bem pensadas, entretanto perigosas. Como foi o caso da disputa de posição entre Senna e o francês, em que este não quis perder a posição e ficou entre a McLaren e o muro. Sem tirar o pé do freio e arriscando a própria vida, Prost conservou durante toda a reta uma mesma velocidade e manteve a colocação.

Mestre na arte de desenvolver um carro, Prost, por ser mais cerebral, sabia quando era a hora de esperar o erro do adversários e obter o fruto da sua paciência. Controverso, talentoso e genial: todos têm uma opinião sobre o francês Alain Prost.

Juan Manuel Fangio

Lendários pilotos da Fórmula 1

Numa época em que ser piloto de F1 era como ser kamikaze, Fangio conseguiu o feito de conquistar cinco títulos mundiais e ainda sair vivo! O recorde do argentino demorou mais de 40 anos para ser batido e isso só exemplifica o quão diferenciado era Juan Manuel Fangio. Muita gente fala hoje em dia sobre os pilotos que sabem arrumar o seu carro, porém Fangio era o verdadeiro exímio em mecânica. Nas primeiras corridas que disputou, era o próprio piloto que ajustava o seu carro para as corridas, criando juntamente com um amigo o seu “Fangio Special”.

Era questão de tempo, para um talento tão incontentável quanto este, embarcar para a Europa. Na Fórmula 1, El Chueco, como era chamado, vencia de forma brilhante. A tática de abrir vantagem volta após volta, fazendo tempos cada vez mais rápidos, foi um dos legados do mestre Fangio. Estudar a forma como seu carro se comportava e a melhor maneira de extrair o máximo, aproveitando as condições da pista, foram as características que marcaram a carreira do argentino.

A aposentadoria de Fangio marcou o fim da era romântica na F1. A partir daquele ano, empresas começaram a patrocinar a categoria de forma mais agressiva, influenciando o rumo de muitas decisões das equipes. Fangio conseguiu o feito de não morrer na pista e, nos anos seguintes, acompanhava a carreira dos jovens pilotos que tentavam bater o seu recorde.

Quem gostou da carreira do argentino vale a pena assistir ao filme Operacion Fangio, que fala sobre o sequestro do piloto por revolucionários cubanos durante a época pré Fidel Castro.

Jim Clark

Lendários pilotos da Fórmula 1

Jim Clark era um piloto naturalmente habilidoso. Bastava dar a ele um carro modesto que o escocês seguia rumo à vitória. Analítico, considerado até um pouco frio, Clark pilotava como se estivesse numa partida de xadrez; cada movimento era calculado e, somente na hora certa, executado. O escocês voador influenciou toda a leva de pilotos que surgiu após os anos 60: Clark sabia o valor de dirigir de forma limpa para poupar ao máximo o carro e obter resultados, sem se preocupar com quebras do equipamento.

Bateu recordes de vitórias na F1 e não se contentava em correr somente nesta categoria. Foi piloto de tudo quanto é prova de automobilismo. O escocês foi um dos primeiros pilotos de F1 a embarcar nas 500 milhas de Indianápolis. Em solo americano, fez o impossível ao vencer uma corrida com vantagem de dois minutos.

A carreira e a vida de Jim Clark terminaram numa volta em Hockenheim, quando o perspicaz piloto perdeu o controle do seu carro e bateu numa árvore. Clark estava numa disputa na Formula 2 e a constatação de que um piloto tão habilidoso quanto o escocês morreu na pista deixou todos do mundo do automobilismo estarrecidos.

Ronnie Peterson

Lendários pilotos da Fórmula 1

Antes de Gilles Villeneuve existia Ronnie Peterson, o sueco voador que, a bordo do seu monoposto, corria na F1 como se estivesse numa prova de drifting. Ronnie abusava do talento ao fazer as curvas de lado e segurava no braço o carro que tinha em mãos. Sem nunca ter vencido um campeonato, o piloto marcou a F1 pela pilotagem arrojada.

A habilidade de Ronnie em derrapar nas curvas com uma precisão cirúrgica era o que rendia milhões de fãs aonde quer que fosse. O sueco foi um dos condutores da mitológica Lotus de seis rodas, que não lhe ajudou em nada no campeonato. Infelizmente, a temporada foi tão ruim que Peterson logo foi dispensado, voltando apenas com a ajuda de patrocínio. A velocidade continuava em alta nas veias do sueco, que por ser segundo piloto acatava às ordens de equipe e perdia uma chance preciosa de vencer o campeonato.

Um acidente bizarro na largada culminou na morte de Peterson. O diretor de prova não viu que os carros do fundo ainda não tinham parado para alinhar e deu a bandeirada, quando eles ainda estavam em movimento. A primeira curva era fechada e todos chegaram nela quase no mesmo momento; o carro de Peterson foi prensado no guard-rail e pegou fogo. Ronnie morreu no dia seguinte, no hospital.

Alguns nomes que admiro ficaram fora da lista como Gilles Villeneuve, Nigel Mansell, Nelson Piquet e Emerson Fitipaldi. Vocês podem notar que Michael Schumacher também ficou de fora. Entendo que ele é detentor do recorde de títulos mundiais, mas estes aí de cima foram revolucionários e não vejo o alemão desta forma.

E vocês, quais são os seus cinco melhores pilotos da Fórmula 1? Deixe a sua opinião na nossa caixa de mensagens!

Compartilhe

Todos os esforços foram feitos para validar todas as informações dos textos publicados neste blog no momento da sua redação, porém a Rentcars.com não se responsabiliza por imprecisões ou alterações futuras que possam ocorrer em função do dinamismo das ofertas e condições do mercado de turismo. Os artigos aqui publicados, bem como os eventuais comentários de seus leitores, têm caráter meramente informativo e cabe ao cliente validar antecipadamente junto a Rentcars.com e/ou Locadoras qualquer informação que possa afetar seus planos de viagem.

1 comentário »

  1. Douglas disse:
    11/04/2016 - 10:26 PM

    Ayrton Senna do Brasil, o piloto lendário, o melhor piloto de todos os tempos, dava voltas em “camaros” pilotando um “fusquinha” o cara era um mito, se colocassem todos os melhores pilotos do mundo com o mesmo carro e mesma tecnologia ele daria voltas em todos fácil fácil! Injustiçado pela mídia fdp, Alain Prost??? Kkkkk nao deveria nem estar ai, devia se chamar Dicke Vigarista, roubou muitos titulos de Senna !

Feed RSS dos comentários deste post TrackBack URL

Deixe um comentário