04.maio.2012 | Rentcars.com | Roteiros

Roteiro Nordeste: Aracaju, Maceió e Recife

Com o sol reinando absoluto, no Nordeste os turistas podem curtir as praias o ano inteiro. Abençoado com um litoral de águas transparentes, belas paisagens e povo acolhedor, a região atrai viajantes de todas as partes do mundo.

A nossa viagem de sol, sombra e água fresca não poderia ser em outro local a não ser o Nordeste. Nos estados que compõem o nosso tour, o mar com seu tom celestial e temperatura sempre morna, espera os turistas que fogem do clima de inverno. No roteiro Nordeste: Recife, Maceió e Aracaju faremos um passeio a três verdadeiros paraísos tropicais.

Você já pensou em alugar um carro para conhecer o litoral nordestino? Os benefícios são inúmeros, você pode escolher um carro potente, econômico ou até uma van para levar toda a sua família em conforto para a viagem.

Recife

As charmosas pontes, que ligam uma ilha a outra, são o símbolo maior de Recife, gerando até comparações com a italiana Veneza. A capital de Pernambuco é frenética, a cidade nunca para, de dia e à noite, Recife tem algo para lhe oferecer.

Na orla da Praia de Boa Viagem, a maior da cidade, os sete quilômetros de areia são preenchidos por muita diversão. A Praia do Pina fica colada à Praia de Boa Viagem, e seu movimento não é tão intenso, sendo uma ótima opção para famílias que preferem passar uma tarde bem relaxada. No litoral norte de Recife, vá até Itamaracá, uma praia cheia de opções, entre elas as fenomenais ilhas de areia. Para você ilustrar a cena, imagine o mar aberto e no meio de tanta imensidão, uma pequena ilha com coqueiros. Assim é a Coroa do Avião, em Itamaracá.

Quando os raios de sol ainda pairam no ar, vale a pena conhecer o bairro Recife Antigo. Na Rua Aurora, cartão postal da cidade, os casarios coloridos em frente ao Rio Capibaribe, são comparados à paisagem de Veneza. No centro histórico você passa uma tarde inteira visitando seus pontos turísticos e ainda aproveita a culinária regional. Por todos os lados você encontra barraquinhas de guloseimas típicas e uma das visões mais encantadoras das pontes recifenses.

A boêmia de Recife se acentua durante a noite. Foto: Dante Barros/Flickr

Na Praça Rio Branco, o marco zero da cidade, estão os edifícios mais singulares que você já viu, há quem ache o prédio do Centro Cultural parecido o banco Gringotes da saga Harry Potter. Ainda no Recife antigo, você também descobre o Teatro Apolo, um antigo teatro que hoje é cinema, e a Torre Malakoff, que por fora não chama tanta a atenção, mas a subida à torre garante uma visão fascinante de Recife.

A noite pernambucana é preenchida pelos ritmos mais variados, o frevo dá as suas caras nas esquinas do centro histórico. Na Rua do Bom Jesus, a calçada tornou-se local de confraternização; os casarões, datados de 1635, são iluminados pelo luar e pela cantoria dos bares.

Maceió

O município de Cabo de Santo Agostinho é uma das localidades pelas quais nós passaremos no trajeto até Maceió. A parada é mais do que obrigatória, Cabo de Santo Agostinho combina belas praias e construções históricas. Não deixe de conhecer as Praias do Paraíso e Gaibu, e estique a jornada até as ruínas do Forte Castelo do Mar. A badalada Praia de Porto de Galinhas também está no curso do nosso roteiro, caso queira conhecê-la, siga pela PE-038 que o levará a esta praia considerada a mais bonita do litoral norte.

As ruínas do Castelo do Mar em frente à praia de Cabo de Santo Agostinho. Foto: fermeggy/Flickr

Os brasileiros têm o privilégio de ter uma cidade como Maceió. As águas cristalinas de seu mar a equiparam a um paraíso tropical. Não dá para dizer qual é a praia mais bonita, todas contam com um visual de areia branquinha e mar azul-turquesa. A orla da capital de Alagoas, cheia de barraquinhas e coqueiros fazendo sombra, tornam a composição deste cenário inesquecível.

As temperaturas sempre elevadas de Maceió aquecem o movimento de turista o ano inteiro, e para você seguir pelos pontos turísticos mais badalados, a dica é começar o tour pela Praia de Pajuçara. Quando a maré baixa é possível praticar snorkeling sem nenhum aparelho, dada a transparência de sua água.

Nas piscinas naturais de Pajuçara, jangadas ficam à deriva para você descansar entre um mergulho e outro. Após o banho de mar, você pode continuar na região para conhecer a Feira de Artesanato de Pajuçara. Outra opção de compras é o Mercado de Artesanatos, no centro da cidade.

As piscinas naturais da Praia de Pajuçara. Foto: Mathieu Struck/Flickr

Para variar o passeio, faça o contorno e siga até o bairro Pontal da Barra, onde está o Lago Mandaú. Muitos viajantes desconhecem as maravilhas do passeio das nove ilhas, que parte do Lago Mandaú. Com o balanço do rio embalando a escuna, os turistas vão conhecendo, a cada parada, as ilhas escondidas pela mata.

No bairro Jaraguará, a nostalgia percorre cada esquina, os casarios do século 19, as igrejas e outras edificações históricas são envoltos pela magia da antiguidade. Saindo um pouquinho do bairro, retornando ao centro, você encontra expostos no Museu Pierre Chalita e na Galeria Karandash, as obras sacras que inspiraram a arquitetura de Maceió.

A noite vai surgindo e o sol vai se pondo, para você ver este espetáculo natural com a benção do mar, siga até o calçadão da Praia de Ponta Verde.

Para brindar o final de um dia regado a uma energia eletrizante, o bairro Jatiúca nos convida para o forró. A música se confunde com o barulho das ondas quebrando e mesmo quem não gosta do ritmo, acaba se contagiando pela simpatia dos alagoanos.

Se você gosta de aventuras, antes de continuarmos até Aracaju, siga até as praias de Barra de São Miguel, localizadas a 37 km de Maceió. Os recifes de corais emprestam uma cor exótica às piscinas naturais de Barra de São Miguel. Os coqueiros, invadindo a costa, acentuam a atmosfera de Éden intocável.

Aracaju

Aracaju é mais um de nossos recantos praianos, onde o verde se faz tão presente quanto o mar. Depois de passearmos por Recife e Maceió, o dinheiro acaba ficando mais curto, e Aracaju foi feita para os viajantes econômicos. Na orla de Atalaia você se esbalda com tantas atrações baratinhas. Há quadra de tênis pública, restaurantes bem em conta, ciclovia, iluminação para banhos noturnos e o Centro de Arte e Cultura de Sergipe.

As praias de Aracaju são seguras e limpas. Foto: Ronaldo Lima, Jr./Flickr

Outras praias a serem visitadas são a Praia dos Artistas e a semi deserta e emoldurada pelas dunas, Pirambu, no litoral norte. No litoral sul, visite Caueira e seu mar agitado, ideal para o surf.

O Oceanário de Aracaju está a poucos metros da Orla de Atalaia, e é surpreendente. Mantido pelo Projeto Tamar, o Oceanário o deixa pertinho de espécies marinhas exóticas; dependendo do dia da visita, é possível ajudar a alimentar os tubarões.

A região nordeste, por ser uma das primeiras a serem colonizadas no Brasil, tem um passado histórico divino, no centro histórico de Aracaju, a Praça Fausto Cardoso preserva o romantismo das pracinhas europeias. O paisagismo e um antigo coreto a tornam um agradável lugar para repousar e tirar fotos. Ali perto também está o mercado central Antônio Franco e Thales Ferraz, um local que reúne os produtos típicos do Nordeste.

Ainda no centro histórico, a Catedral Metropolitana foge do conceito das igrejas barrocas, seu projeto arquitetônico é um pouco menos extravagante do que a maioria das antigas igrejas brasileiras, sendo baseada no neogótico. Seu interior é revestido por pinturas sacras extraordinárias.

Os turistas podem mergulhar no Rio São Francisco e curtir a paisagem do cânion de Xingó. Foto: desvirtual/Flickr

Se você adora explorar lugares pouco conhecidos dos turistas ocasionais, então parta para Canindé, uma cidade a 200 quilômetros de Aracaju. Lá você encontra o passeio ao Cânion do Xingó. As embarcações seguem o curso do Rio São Francisco e terminam num lugar escondido pela natureza. Os viajantes podem mergulhar nas águas esmeraldinas, ladeadas pelo imponente Cânion Xingó.

Para fechar o passeio pelo Nordeste, que tal termos uma visão panorâmica da última cidade visitada? A Colina de Santo Antônio é um mirante espetacular e também o seu marco zero, a cidade foi fundada neste espaço em 1855.

Como chegar

Recife até Cabo de Santo Agostinho: Siga ao sul até o Bairro de Afogados. Pegue a Rua São Miguel que se transforma em Av. Dr. José Rufino para chegar à BR-101. Na saída da rodovia, entre na rotatória na 1ª saída para a BR-101/Sul. Ela o levará diretamente até a cidade de Cabo de Santo Agostinho. As praias são de fácil acesso.

Cabo de Santo Agostinho até Maceió: Pela Av. Pres. Getúlio Vargas siga até a rampa de acesso a BR-101/Sul. Entre na rodovia e quando chegar a Palmares, a via passa a se chamar BR-104. O caminho é sempre pela BR-104 que o levará até Maceió.

Maceió até Barra de São Miguel: Pegue a Av. Dq. de Caxias e continue pela Av. Assis Chateaubriand. Ao sair do perímetro urbano, a via se torna AL-101. Siga em frente até Barra de São Miguel.

Barra de São Miguel até Aracaju: Pela rodovia AL-101 entre na AL-220. Siga ao norte até a BR-101. Em Nossa Senhora do Socorro, pegue a rotatória sentido BR-349. Continue pela Avenida Chac. Osvaldo Aranha e siga até o centro de Aracaju.

E você, já visitou estas cidades e tem mais dicas para os nossos viajantes? Deixe a sua mensagem!

Receba as ofertas Rentcars.com!

Você fará parte da nossa lista vip para receber ofertas exclusivas com até 60% de Desconto!

Compartilhe

Todos os esforços foram feitos para validar todas as informações dos textos publicados neste blog no momento da sua redação, porém a Rentcars.com não se responsabiliza por imprecisões ou alterações futuras que possam ocorrer em função do dinamismo das ofertas e condições do mercado de turismo. Os artigos aqui publicados, bem como os eventuais comentários de seus leitores, têm caráter meramente informativo e cabe ao cliente validar antecipadamente junto a Rentcars.com e/ou Locadoras qualquer informação que possa afetar seus planos de viagem.

2 comentários »

  1. Elisa disse:
    11/08/2015 - 12:54 PM

    Olá! Estou querendo fazer esse roteiro no reveillon de 2015-16. Porem tenho uma duvida, eu consigo alugar carro em Recife e entrega-lo em Aracaju? O custo disso seria muito mais alto? Obrigada!

  2. Rentcars.com disse:
    11/08/2015 - 5:45 PM

    Olá Sra. Elisa, boa tarde!

    O valor cobrado varia de locadora para locadora, mas no Brasil, costuma incidir em taxas consideráveis. Nesse post http://blog.rentcars.com.br/2011/07/01/pegar-um-carro-em-uma-cidade-e-devolver-em-outra-como-fazer/ você poderá encontrar algumas dicas e condições para alugar o carro numa cidade e devolver em outra. Vale a pena conferir. Qualquer dúvida, estamos a disposição.

    Atenciosamente,

    Rentcars.com

Feed RSS dos comentários deste post TrackBack URL

Deixe um comentário