25.maio.2012 | Silvia Cardoso | Roteiros na região Nordeste do Brasil

Roteiro Chapada das Mesas – MA

Quando falamos em Maranhão rapidamente já vem à mente a imagem dos lençóis maranhenses e as praias. Esqueça estes destinos convencionais, no roteiro desta semana conheceremos os paraísos perdidos do Maranhão. Desbravando o sertão nordestino, visitaremos a Chapada das Mesas, um parque nacional de mata nativa que esconde lagoas de águas cristalinas.

roteiro-chapada-das-mesas-ma

Cachoeira de São Romão – Parque Nacional da Chapada das Mesas – Maranhão – Por Otávio Nogueira – Attribution 2.0 Generic (CC BY 2.0) – Flickr – destaque

Por Imperatriz, Estreito, Carolina e Riachão, conheceremos o lado selvagem do estado, numa visita a lugares exóticos inimagináveis. Você verá cachoeiras gêmeas, pinturas rupestres e cânions impressionantes. Saindo da capital do Maranhão, São Luís, você pode pegar um voo direto para Imperatriz e retirar o seu carro alugado na cidade. Pelo site Rentcars.com você consegue ótimos descontos e ainda tem a comodidade de pegar o seu veículo em uma das agências localizadas na cidade ou Aeroporto de Imperatriz-MA. Como este roteiro é realizado por estradas asfaltadas e de terra, será necessário um automóvel com boa tração.

Imperatriz

Imperatriz foi descoberta ainda no século XVII por sertanejos em busca das riquezas ocultas pela natureza. O ouro não foi encontrado, contudo, viu-se ali, um gigantesco potencial turístico. A cidade é banhada pelo Rio Tocantins e os bancos de areia formandos em seu curso se transformaram num local de divertimento dos maranhenses. As praias de água doce contam com a sublime vista da mata, e a areia dourada é agora preenchida também por turistas do mundo todo, que, assim como os sertanejos antigos, também desejam desfrutar dessas riquezas da natureza brasileira.

roteiro-chapada-das-mesas-ma

Rio Tocantins- Imperatriz-MA – Por Caroline Stabenow (Trabalho próprio pelo carregador) [CC BY-SA 3.0], undefined

A Praia do Meio utiliza as águas do Rio Tocantins e como seu nome diz, está no meio do rio; para chegar a ela é preciso pegar carona em um barco. Nos fins de semana, os guarda-sóis se multiplicam e há uma invasão de banhistas; durante a semana, ela fica quase deserta, dá para caminhar na areia como se você fosse o dono de toda aquela extensão. Estando lá você entenderá porque ela faz parte do chamado paraíso das águas do Maranhão.

A Praia de Cacau é outra boa pedida para enfrentar o calor maranhense. Com várias barracas de palha e serviços de bebidas e alimentos, você poderá levar toda a família para desfrutar deste oásis nordestino, com conforto e muito sossego. À noite, como o calor ainda impera, os banhistas continuam curtindo a areia e as serestas realizadas ao vivo.

Estreito

Mesmo estando longe do litoral, o cerrado maranhense tem várias outras praias a oferecer. Continuando a viagem para o sul, seguimos para Estreito, onde descobriremos as ilhas do município. Primeiramente, é preciso deixar o carro em um dos estacionamentos privativos, situados a beira do Rio Tocantins. Depois, siga até as balsas reservadas para os turistas. Elas o conduzirão até a Ilha dos Botes, uma praia bem tranquila cercada pela mata nativa. De dia, o silêncio só é cortado pelo canto dos pássaros, já de noite ocorrem eventuais festivais de música.

Nem sempre há festas na ilha, e se é isto o que você está procurando, então mude o curso e pegue uma das balsas com destino à Ilha de Cabral, na divisa entre Estreito e Aguiarnópolis, no Tocantins. A ilha é bastante movimentada, principalmente, por causa das baladas agitadas da região.

roteiro-chapada-das-mesas-ma

Cachoeiras do Itapecurú – Maranhão – Por Otávio Nogueira – Attribution 2.0 Generic (CC BY 2.0) – Flickr

Passeando pela natureza, você vai notar que de pouco em pouco, a viagem vai se aprofundando pelo Maranhão, e já na saída de Estreito, rumo à Carolina, conheceremos as Cachoeiras Gêmeas Itapecurú. Sim, duas cachoeiras, uma ao lado da outra! Ambas formam uma lagoa rasinha, onde as crianças podem mergulhar e os adultos podem escalar a parede da cachoeira. É diversão garantida para curtir sozinho, em família ou com os amigos.

Carolina

Carolina nem sempre está nos principais roteiros pelo nordeste e, por isso, você será um dos privilegiados a desbravar este solo. Carolina parece ter sido feita especialmente para o ecoturismo, a cidade em si é linda, destaca-se pelo verde da natureza, os casarios e casarões, que dão um charme todo especial na paisagem local.

O município é a principal via de acesso à Chapada das Mesas, o nosso objetivo nesta viagem. O nome esquisito logo se explica ao avistar o parque: os morros têm um topo reto, igual uma mesa. Peculiar e impressionante! A chapada está localizada a 35 km de Carolina, e já leve dentro do carro todos os acessórios para a trilha: protetor solar, tênis confortável, boné ou chapéu. Se você levar uma máquina fotográfica ou smartphone, leve um saco plástico para protegê-la da água.

Chapada das mesas - Maranhão

Chapada das Mesas – Maranhão – Por Otávio Nogueira – Attribution 2.0 Generic (CC BY 2.0) – Flickr

As trilhas da Chapada das Mesas são seguras e demarcadas, ninguém se perde por elas. Há outros turistas fazendo este mesmo trajeto que você, e na região das matas há suporte turístico com escadas nas subidas íngremes, caminhos feitos de madeira e, claro, apoio de um guia.

Para chegar à Pedra Caída, a principal atração da Chapada, os cânions estarão ao seu lado enquanto a mata vai fechando o caminho até se abrir completamente dando espaço à cachoeira da Pedra Caída. O cheiro da mata e a força das águas caindo de um enorme paredão de pedra são indescritíveis. O local é tão escondido que parece uma caverna, os raios solares entram timidamente, sendo visíveis apenas pelas frestas do cânion.

Este programa de viagem também pode ser feito com crianças, afinal de contas, a estrutura é muito boa, inclusive, ali perto há lanchonetes e restaurantes para suprir qualquer necessidade de alimentação e hidratação. Depois de recarregar as energias, seguimos para a Cachoeira de Prata, maior em extensão e magnitude. Ela está localizada numa propriedade privada, às margens do Rio Farinha, e chegar até ela é simples, o caminho é realizado por vários turistas e os proprietários já estão preparados para recebê-lo.

Cachoeira de São Romão

Cachoeira de São Romão – Maranhão – Por Otávio Nogueira – Attribution 2.0 Generic (CC BY 2.0) – Flickr

Na mesma área, siga até o Morro das Figuras, um paredão rochoso com pinturas rupestres, desenhadas por índios crâos. Mais alguns passos adiante, nos embrenhamos na mata para visitarmos a Cachoeira de São Romão. A cortina d’água de São Romão lembra as Cataratas do Iguaçu, mas em menor escala. Como a região tem temperaturas altas, o banho torna-se indispensável e extremamente relaxante. Você sairá de lá com a alma lavada, prontinho para ter aquela noite de sono bem pesada.

Riachão

Riachão, a 100 km de Carolina, também faz parte da Chapada das Mesas e, se você já ficou impactado com a beleza das cachoeiras, Riachão lhe mostrará que há ainda mais para ser visto. Às margens do Rio Cocal, descobrimos um lago de águas cristalinas, o qual, dependendo da incidência de luz solar, muda de cor. Com cinco metros de profundidade, o Poço Azul é um aquário natural, moldado pela mata selvagem.

roteiro-chapada-das-mesas-ma

Poço Encantado – Por Otávio Nogueira – Attribution 2.0 Generic (CC BY 2.0) – Flickr

Como esta é uma área de preservação ambiental, é preciso pagar uma taxa de cinco reais para desfrutar das águas cristalinas de Poço Azul, a 30 km de Riachão. Esta piscina natural não é reservada somente para o mergulho, você também pode aproveitar as atrações esportivas preparadas para os turistas, como a tirolesa e rapel.

Apenas cinco minutos o separam da maravilhosa Cachoeira de Santa Bárbara, uma queda d’água com mais de 70 metros de altura! É preciso paciência para encarar as caminhadas, mas ao final do percurso, a euforia toma conta ao perceber a magnífica recompensa que é a Cachoeira de Santa Bárbara.

Bem pertinho dali, outro paraíso para ser visitado: Encanto Azul. As águas transparentes desta outra lagoa deixam qualquer visitante boquiaberto. Não importa quantos lugares você já tenha visitado, Encanto Azul surpreende a todos. Quando o sol reflete na água, o azul turquesa fica ainda mais intenso, e fica difícil escolher entre mergulhar ou apenas olhar esta obra da natureza.

Como chegar

Imperatriz até Estreito: Para sair de Imperatriz pegue a Avenida Getúlio Vargas e continue pela BR-010 até chegar a Estreito.

Estreito até Carolina: Entre novamente na BR-010 e siga sentido sul. Não há nenhuma alteração na rota, basta apenas seguir pela rodovia federal. Depois de entrar no cruzamento, você deverá entrar na MA-222.

Carolina até Riachão: Entre na MA-222 e siga sentido BR-010. Depois continue o caminho pela BR-230.

E você, já visitou a Chapada das Mesas e tem mais dicas para os nossos viajantes? Deixe o seu comentário!

Receba as ofertas Rentcars.com!

Você fará parte da nossa lista vip para receber ofertas exclusivas com até 60% de Desconto!

Compartilhe

Todos os esforços foram feitos para validar todas as informações dos textos publicados neste blog no momento da sua redação, porém a Rentcars.com não se responsabiliza por imprecisões ou alterações futuras que possam ocorrer em função do dinamismo das ofertas e condições do mercado de turismo. Os artigos aqui publicados, bem como os eventuais comentários de seus leitores, têm caráter meramente informativo e cabe ao cliente validar antecipadamente junto a Rentcars.com e/ou Locadoras qualquer informação que possa afetar seus planos de viagem.

2 comentários »

  1. Descubra porque a Chapada das Mesas (MA) é um dos lugares mais incríveis do Brasil! | Casal Nômade disse:
    25/09/2016 - 2:32 AM

    […] `Poço Azul. Foto via […]

  2. Rentcars.com disse:
    26/09/2016 - 9:19 AM

    Olá Casal Nômade, como vão? Agradecemos pelo alerta. Referência das imagens atualizadas.

    Continuem participando sempre.

    Rentcars.com

Feed RSS dos comentários deste post

Deixe um comentário