06.mar.2013 | Silvia Cardoso | Roteiros na América do Norte

Carro alugado de São Francisco a Los Angeles EUA

Aqui vamos nós, de São Francisco para Los Angeles pela Highway One, conhecida como Pacific Road!

Existem outras maneiras mais rápidas de chegar até Los Angeles partindo de São Francisco, mas fazer o caminho pela US-1 garante as melhores paisagens. Escolhendo a Highway One ou Pacific Coast, como também é chamada, a viagem sem paradas teria 730 Km.

Saindo de São Francisco

Sua primeira parada após sair de São Francisco e pegar a US-1 pode ser a pequena cidade de Half Moon Bay, a apenas 40 minutos de nosso ponto de partida.

Se resolver fazer seu passeio em outubro vai conferir um festival de arte em abóboras, tradicional para o Dia de Ação de Graças, se o passeio for em novembro, nossa sugestão é que se informe sobre a competição de Surf que toma conta do local, a Mavericks.

No mais Half Moon Bay tem ótimos restaurantes, e alguns lugares legais para visitar, além é claro, das praias, são eles a vila fantasma de Purrissima, a 6km de Half Moon e  o parque de Montara Mountain.

Pacific Road

Ondas de Half Moon Bay. Foto: surfcrs/Flickr

Half Moon Bay para Santa Cruz

Em mais 1hora de viagem chegamos a Santa Cruz. A cidade pertence aos surfistas e skatistas, e se você quiser comprar uma prancha, um skate e roupas de marcas de surf ou skate, este é o lugar. Outras coisas que você encontra aos montes aqui são alcachofras e morangos, ambos muito saborosos, e provenientes de uma agricultura totalmente orgânica.

Em Santa Cruz passeie pelo centro da cidade, faça uma visita a Universidade, conheça as diversas praias como a Lighthouse Field e Natural Bridges, visite também o parque histórico das missões de Santa Cruz.

Pacific Road

Surfistas em busca da onda perfeita em Santa Cruz. Foto: Wonderlane/Flickr

De Santa Cruz para Monterey

 Desta vez são mais 50 minutos de estrada para chegar à linda Monterey, uma cidade tranquila onde ainda é possível notar os traços da colonização espanhola (Monterey foi território mexicano até 1846).

Em Monterey algumas visitas são obrigatórias, como a baía de Monterey, que é linda e tem um calçadão bem bacana pra você dar uma caminhadinha e conhecer o litoral. Outros passeios são o Aquário de Monterey, um dos maiores e mais famosos do mundo: seus tanques abrigam mais de 35 mil espécies de plantas e mais de 620 espécies animais, desde arraias a tubarões.

Curiosidade, o aquário fica em um prédio onde antigamente funcionava uma indústria de sardinhas! Durante uma época todo o comércio de Monterey girava em torno das sardinhas enlatadas, quando elas desapareceram da região, o panorama financeiro teve de mudar.

Caso você passe pela cidade em Setembro, compre ingressos para o festival anual de Jazz de Monterey, ele acontece desde 1958!

Pacific Road

A beleza das águas azuis da Baía de Monterey. Foto:arunkumud/Flickr

Monterey a Carmel by the Sea

 Neste trecho da viagem acontece algo inusitado, para continuar na estrada costeira você precisa seguir por um condomínio fechado, o Pebble Beach, a estrada aqui se chama 17 Mile Drive e para seguir adiante paga-se pouco mais de 10 doletas, que serão reembolsadas se você apreciar um dos restaurantes do trajeto, também se ganha um mapa com instruções dos melhores pontos

Uau, essa parte do passeio é definitivamente demais! A 17 Mile Drive que na verdade só tem 9 milhas (pouco menos de 15 km) é ladeada por mansões de filme e campos de golfe magníficos, os campos são todos floridos, a areia das praias é branca e a costa tem várias pedras que deixam o cenário ainda mais bonito. Uma pequena floresta de Ciprestes também chama a atenção, as arvores curvadas ficam na beira de rochedos que dão para o mar.

Seguindo até o final da estrada, chega-se a Carmel.

Carmel é uma cidade cheia de encantos, famosa por ser recanto de artistas e escritores entre outros, os relógios na rua ostentam a marca Rolex, e as hospedagens são as mais caras do trecho, inclusive, se você não quiser gastar muito e quiser se hospedar bem próximo a Carmel, escolha um hotel em Monterey e transite pela Freeway (o caminho é bem curto) para ir e vir (isso mesmo, nada de passar pelo condomínio da riqueza). Em Carmel visite a baía, a praia sem dúvidas é uma das mais bonitas da costa americana.

Pacific Road

A beleza da baía de Carmel. Foto: HarshLight/Flickr

De Carmel a Big Sur

40 minutos separam Carmel de Big Sur. A beleza da região é sem igual, a estrada segue pelas encostas com vista para o mar, os mirantes são vários e você definitivamente pode parar para apreciar a vista, se não quiser parar em todos, saiba que o mais importante deles é Bixby Creek Bridge.

 É muito comum acampar nos parques da estrada que conduzem a Big Sur, faça sua reserva com antecedência, principalmente se for para um final de semana. Se tiver tempo e disposição faça uma trilha até o McWay Falls, que fica no parque estadual Julia Pfiffer Burns. Dica importante delicie-se em um dos restaurantes do Big Sur.

De Big Sur a San Luis Obispo e San Simeon

Este é o segundo maior trecho de estrada da nossa estrada até Los Angeles, são pouco mais de duas horas de viagem. San Luiz Obispo tem vários locais antigos que merecem uma visita, um deles é o prédio da Missão Jesuíta e o pequeno, mas repleto de histórias, museu History Center. Para quem é fã de artigos colecionáveis, Obispo tem vários brechós e antiquários com brinquedos, vidros e artigos da Segunda Guerra Mundial.

Em mais cinquenta minutos de viagem chegamos a San Simeon, a visita obrigatória por aqui é Castelo Hearst, o local foi a casa de um dos magnatas da comunicação e tem até mesmo um zoológico.

Essa é a parte final de nossa viagem, até Los Angeles você tem mais quatro horas de viagem!!

Compartilhe

Todos os esforços foram feitos para validar todas as informações dos textos publicados neste blog no momento da sua redação, porém a Rentcars.com não se responsabiliza por imprecisões ou alterações futuras que possam ocorrer em função do dinamismo das ofertas e condições do mercado de turismo. Os artigos aqui publicados, bem como os eventuais comentários de seus leitores, têm caráter meramente informativo e cabe ao cliente validar antecipadamente junto a Rentcars.com e/ou Locadoras qualquer informação que possa afetar seus planos de viagem.

Nenhum comentário »

Nenhum comentário ainda sobre o post. Seja o primeiro a comentar.

Feed RSS dos comentários deste post

Deixe um comentário