05.jun.2013 | Rentcars.com | Roteiros

Dicas e sugestões sobre o que fazer em Boston

Boston é a capital do estado de Massachusetts, da intelectualidade e da cultura. Fundada por britânicos, a cidade tem um urbanismo invejável, com sua arquitetura baseada enormemente nos traços vitorianos.

dicas-e-sugestoes-sobre-o-que-fazer-em-boston

Panorâmica de Boston – Por Fotolia

Considerada uma das principais protagonistas da independência americana, Boston é um museu a céu aberto e lar de duas das maiores universidades americanas: Harvard e o Instituto de Tecnologia de Massachusetts.

Cosmopolita e clássica, Boston é um destino valioso para os viajantes que apreciam a dicotomia entre história e modernidade.

Retirando o carro alugado

Muitos viajantes preferem fazer a retirada do seu automóvel no aeroporto para não ter que rodar de táxi pela cidade em busca da loja de aluguel de carros. Na hora de selecionar seu carro, escolha retirá-lo no aeroporto também.

Para se deslocar até a área central, entre na Massachusetts 1A S e continue na via até encontrar a Interstate 93 N/Government Center. De lá você vai entrar na Summer Tunnel e depois será necessário entrar na Market St/New Chardon St que circunda o centro da cidade.

 O que fazer em Boston

Se após a viagem de avião você não apresentar cansaço e já estiver a fim de conhecer a cidade, ao lado do aeroporto estão alguns parques e praças adoráveis como o Bremen Street Park.

Ao dirigir-se para a região central preste atenção na arquitetura da cidade: há dezenas de prédios de tijolos, bem ao estilo vitoriano que revelam que a fundação da cidade foi feita por ingleses.

Banhada pelo rio Charles, Boston tem uma baía lindíssima, chamada de Back Bay que se apresenta rapidamente aos turistas que chegam à cidade. Próximo dali também está a Boston Public Library, a mais antiga dos Estados Unidos.

Ainda em Back Bay, nas ruas Newbury e Boylston você encontra várias lojas de roupas e shoppings, mas se nada de lá te agradar, siga para a Copley Square, um quarteirão conhecido como o lado fashion de Boston.

Reserve para a sua tarde ou noite um momentinho para curtir a paisagem proporcionada pelo Skywalk Observatory, localizado dentro do Prudential Building, ainda na Boylston Street. Do alto do observatório é possível ver toda a imensidão da cidade e até pontos turísticos distantes, como a Universidade de Harvard.

Para a próxima parada, aconselho que você faça este programa em um fim de semana, quando o Fenway Park recebe partidas de beisebol (o time da casa, o Red Sox, é um dos mais famosos da liga americana) e futebol americano. Se você acha que os brasileiros são fanáticos por esporte, então você precisa ver de perto a paixão dos americanos pelo seu time do coração.

O paisagismo de Boston é encantador e mesmo com toda a agitação da cidade (trânsito e movimentação intensa de pessoas), o turista pode vivenciar momentos de tranqüilidade no esplêndido Jardim Público de Boston, situado na área central.

Ali o modernismo e o verde tomam conta, mas se você gosta de passear e ver tendas de flores, lojas de artesanato e roupas, siga para Downtown Crossing, um calçadão com vários restaurantes e boutiques.

A história de Boston está intrinsecamente ligada com a política americana e na Granary Burying Ground, localizado na Praça Boston Common ainda em Downtown Crossing, podemos ver as lápides dos heróis da Guerra da Independência e de outras figuras importantes da história americana que assinaram a Declaração da Independência.

Dica: Mesmo que você não se interesse muito por história, a Praça Boston Commom é bastante agradável e garante boas fotos.

Os dois dos maiores centros universitários dos Estados Unidos, Harvard e o Instituto de Tecnologia de Massachusetts estão situados nos arredores de Boston e para chegar até lá é preciso cruzar o Rio Charles.

Entre ruas largas e bem arborizadas de Mid-Cambridge encontramos as colunas romanas do imponente prédio do MIT ou Instituto de Tecnologia de Massachusetts. O local fica aberto para visitações e você poderá conhecer o laboratório, o museu, as bibliotecas.

Em Harvard, há 50 minutos dali, o turista não contempla apenas a bela arquitetura do Harvard Yard e da Massachusetts Hall, construída em 1720, ali é possível frequentar lojas descoladas, barzinhos e o Fogg Art Museum, uma renomada galeria de artes que reúne obras de artistas americanos e ingleses.

 O trânsito de Boston

Como em qualquer cidade com grande fluxo de universitários e viajantes, Boston tem um trânsito com engarrafamentos. Os motoristas da cidade não são exemplos a serem seguidos e tenha calma ao ver alguém cortando a sua frente: a educação nem sempre é vista no trânsito de Boston.

Os estacionamentos nas ruas são poucos, então é melhor optar por deixar o carro em um local privado, onde é mais garantido que você consiga uma vaga.

Não pense que andar de carro por Boston não é bom, como os pontos turísticos são distantes uns dos outros e é impossível conhecê-los andando a pé, vale mais a pena alugar um carro e ter independência do que deixar de visitar alguns lugares por causa da distância.

Compartilhe

Todos os esforços foram feitos para validar todas as informações dos textos publicados neste blog no momento da sua redação, porém a Rentcars.com não se responsabiliza por imprecisões ou alterações futuras que possam ocorrer em função do dinamismo das ofertas e condições do mercado de turismo. Os artigos aqui publicados, bem como os eventuais comentários de seus leitores, têm caráter meramente informativo e cabe ao cliente validar antecipadamente junto a Rentcars.com e/ou Locadoras qualquer informação que possa afetar seus planos de viagem.

Nenhum comentário »

Nenhum comentário ainda sobre o post. Seja o primeiro a comentar.

Feed RSS dos comentários deste post TrackBack URL

Deixe um comentário