11.dez.2013 | Carolinne Moraes | Roteiros na região Centro-Oeste do Brasil

Roteiro – Viagem de carro pelo Pantanal

Roteiro - Viagem de carro pelo Pantanal

Pantanal – Por miquitos – Attribution-ShareAlike 2.0 Generic (CC BY-SA 2.0) – Flickr

Destino de aventureiros e apaixonados por natureza, o Pantanal desafia turistas que querem entrar em contato com toda a sua riqueza e diversidade natural. A adrenalina aumenta, quando a ideia é desbravar o território privilegiado pela natureza, viajando de carro pelo Pantanal do Mato Grosso do Sul. Quer se jogar nessa aventura? É só anotar nossas dicas e cair na estrada!

Preparativos

shutterstock_451382371

Embora seja cada vez maior o número de estradas asfaltadas no interior do Pantanal, muitos caminhos continuam sendo de terra e lama, em função dos alagamentos que predominam na região. Por isso, a dica é alugar um veículo 4×4 preparado para enfrentar os obstáculos encontrados no percurso.

Outro detalhe importante para organizar a viagem é verificar se a data marcada para o passeio não coincide com o período de cheias, que acontece entre outubro e março. Mesmo sendo essa a melhor época para ver de perto toda a beleza da fauna e flora, típicas da região, a viagem de carro durante estes meses pode ser prejudicada, principalmente se o veículo não tiver tração 4×4. Por isso, a dica para ter a melhor experiência e momentos tranquilos, é programar o passeio entre os meses de abril e setembro.

Por falar em tranquilidade, assim como deve ser feito antes de qualquer viagem de carro, o automóvel precisa passar por uma revisão. Se o veículo for alugado, esta será uma preocupação a menos, já que a própria locadora se responsabiliza em entregá-lo em perfeitas condições de uso.

No entanto, como estamos falando de um passeio em pleno pantanal, onde há pouca, ou nenhuma infraestrutura em boa parte do caminho. Então, os cuidados devem ser redobrados. Além disso, nada de cair na estrada sem ter o tanque de combustível cheio. Os pontos de abastecimento são escassos na região e a recomendação é, portanto, abastecer sempre que possível.

Como a viagem pode durar dias, outra sugestão bem válida é traçar o percurso com antecedência e verificar onde será possível fazer paradas estratégicas para passar a noite. Há diversos hotéis fazenda nas cidades pantaneiras, assim como agências de viagem prontas para atender os aventureiros.

Na estrada

Depois de cuidar de todos os preparativos, chega a hora de cair na estrada. Há diversas maneiras de explorar o Pantanal e a mais segura para quem não tem experiência ou não conhece a região é percorrer a Estrada Parque, estrategicamente mapeada para garantir um contato mais íntimo com a paisagem.

São 120 km de extensão que atravessa o Pantanal Sul Mato Grossense. Mesmo de terra batida, o caminho conta com mirantes, pontes e rotas que proporcionam uma oportunidade única e muito prática de observar a mata e os animais que vivem na região. O número de espécies que podem ser avistados pelo caminho são incontáveis, o que rende ótimas fotografias e momentos inesquecíveis.

Roteiro - Viagem de carro pelo Pantanal

Para chegar à Estrada Parque, o turista tem duas opções. A primeira é partir da cidade de Corumbá, que fica a 444 km de Campo Grande, e cruzar a rodovia MS-228. A segunda é sair da capital sul mato grossense e percorrer 300 km em direção oeste, pela BR-262, toda asfaltada. Depois de passar por cidades como Aquidauana, Anastácio e Miranda, se tem acesso ao Buraco das Piranhas, que faz cruzamento com a rodovia MS-184.

Como os dois caminhos de acesso à Estrada Parque são longos, a dica é pernoitar em alguma das várias pousadas encontradas no caminho, antes de seguir viagem. Com as energias carregadas e um café reforçado, a aventura pela estrada pode ser melhor aproveitada.

O que ver pelo caminho

shutterstock_570575308

Poucos quilômetros depois de adentrar na Estrada Parque, a primeira parada pode ser feita no Passo do Lontra, onde vivem bandos de ariranhas, que são parentes próximos das lontras. Correndo risco de extinção, estes animais encontram refúgio no Pantanal do Mato Grosso do Sul. A estimativa é que a população destes animais na região seja formada por cerca de 5 mil cabeças, que vivem nas planícies alagadas.

Como a estrada serve de rota para escoamento da produção pecuária das fazendas região, o turista pode ter que interromper a viagem por alguns minutos, para que as comitivas de pantaneiros, peões que conduzem o gado, possam atravessar a estrada com o rebanho, que pode ter de 200 a 2 mil bois aproximadamente.

Roteiro - Viagem de Carro pelo Pantanal

Gados na pista – Por Patty Ho – Attribution 2.0 Generic (CC BY 2.0) -Flickr

Para os mais impacientes, pode parecer um obstáculo, mas quem gosta de conhecer diferentes culturas, vê no tropel a chance única de contemplar momentos importantes dos costumes da região, sendo possível conversar com os peões e tirar dúvidas sobre diferentes processos que envolvem o mundo pecuário.

Quem gosta de história também se delicia com o passeio pela Estrada Parque. Isso porque, à certa altura do trajeto, é possível avistar a linha telegráfica e a casa do telégrafo, projetadas pelo Marechal Cândido Rondon. Construídas em palafita (estacas de madeira) no Porto da Manga, resistem ao tempo e rendem uma parada turística interessante para quem quer conhecer um pouco melhor a história da região e contemplar a beleza de diferentes rios, como o Rio Taquari, Rio Negro, Rio Abobral e Rio Miranda.

Ainda no Porto da Manga, outro passeio interessante é visitar a comunidade formada por 40 famílias ribeirinhas que vivem da pesca. A impressão é a mesma de conhecer um lugar parado no tempo, longe de toda a modernidade e globalização, que deixam grande parte das cidades de hoje, com características muito semelhantes.

Neste trecho da estrada, acontece a travessia de balsa sobre o Rio Paraguai. No final da passagem, é possível avistar o Morro do Urucum, onde ficam as maiores jazidas de manganês e bauxita da América Latina.

Ao longo do percurso, o turista passa por 72 pontes de madeira e pelo menos nove mirantes, de onde é possível admirar toda beleza da paisagem local e conseguir informações sobre as espécies de fauna e flora que vivem no pantanal.

Roteiro - Viagem de Carro pelo Pantanal

Ponte de madeira para travessia de carros – Por Helder Ribeiro – Attribution-ShareAlike 2.0 Generic (CC BY-SA 2.0)

A simplicidade da Estrada Parque contrasta com a riqueza natural do lugar, o que garante uma experiência única aos turistas que decidem se aventurar viajando de carro pelo Pantanal. Para quem quer um passeio mais certeiro, com uma rota bem definida, esta é a melhor maneira de descobrir os encantos pantaneiros. Com as dicas em mãos, basta alugar um carro e cair na estrada, para curtir uma das maiores aventuras que o interior do Brasil pode proporcionar aos viajantes do mundo todo. Preparado?

Receba as ofertas Rentcars.com!

Você fará parte da nossa lista vip para receber ofertas exclusivas com até 60% de Desconto!

Compartilhe

Todos os esforços foram feitos para validar todas as informações dos textos publicados neste blog no momento da sua redação, porém a Rentcars.com não se responsabiliza por imprecisões ou alterações futuras que possam ocorrer em função do dinamismo das ofertas e condições do mercado de turismo. Os artigos aqui publicados, bem como os eventuais comentários de seus leitores, têm caráter meramente informativo e cabe ao cliente validar antecipadamente junto a Rentcars.com e/ou Locadoras qualquer informação que possa afetar seus planos de viagem.

2 comentários »

  1. Roberta disse:
    01/08/2017 - 7:08 PM

    Esse post tem fotos que não são do pantanal. a segunda foto não é no pantanal, pantanal tem montanhas cercadas de vegetação, e não é esse solo.
    Na terceira foto são pinheiros, não tem pinheiros no pantanal.na quinta foto é uma capivara e não ariranha, são animais bem diferentes capivara é roedor e ariranha é lontra.

  2. Rentcars.com disse:
    02/08/2017 - 9:55 AM

    Oi Roberta, tudo bem?
    Agradecemos pelo comentário. Realmente haviam duas fotos de lugares diferentes, mas já foram substituídas. :)

    Equipe, Rentcars.com

Feed RSS dos comentários deste post

Deixe um comentário