16.abr.2014 | Rentcars.com | Roteiros

De Toronto a Quebec City de carro

Para comemorar a nova parceria da Rentcars.com que é o aluguel de carros no Canadá, fizemos este texto todo especial com dicas para um roteiro de carro entre Toronto e Quebec City!

As estradas canadenses estão entre as melhores do mundo. O asfalto é de boa qualidade, a sinalização muito eficaz e a infraestrutura é completa, tanto que a cada 80 km de viagem, dependendo do trecho, motoristas avistam postos de combustíveis, todos com centro de conveniência, o que deixa o percurso muito agradável. Por isso, quem gosta de viajar e explorar cidades turísticas por conta própria, pode cair na estrada com a certeza de momentos incríveis, em meio a belos cenários no Canadá.

E não precisa muita coisa para viver esta experiência única. Basta planejamento, disponibilidade, vontade e curiosidade para entrar em contato com lugares capazes de deixar feliz qualquer turista. Outro detalhe importante é acompanhar as dicas de hoje, que te guiam entre as estradas que ligam Toronto a Quebec City. Nosso roteiro está organizado por dias e traz sugestões de lugares a serem visitados. Olha só!

Estadia em Toronto

de-toronto-a-quebec-city-de-carro

Toronto – Por Pixabay – toronto-city-cn-tower-skydome-1298016/

Depois de desembarcar no aeroporto de Toronto e antes de seguir viagem, vale a pena aproveitar os dias no destino para conhecer suas atrações turísticas. Afinal, estamos falando da maior cidade do Canadá e a segunda maior da América do Norte. Se não bastasse toda a sua grandiosidade, a duas horas dali ficam as famosas Cataratas do Niágara.

Pelo menos um dia de viagem deve ser dedicado para conhecer esta imponente e belíssima obra da natureza. As quedas d’água roubam a cena na pequena cidade e parece ter sido criada especialmente para deixar o lugar ainda mais bonito. Ao seu redor, fica um parque de diversão, muitos restaurantes, museus e lojas, tudo isso a poucos minutos das Cataratas. A distância entre Toronto e Niágara é de 128 km e o trajeto pode ser percorrido de carro, passando pelas rodovias Gardner Expy e Queen Elizabeth, que cortam o estado. São duas horas de viagem e é possível ainda fazer o percurso de ônibus ou de trem.

De volta a Toronto, as atrações turísticas que devem fazer parte do roteiro de qualquer turista são: Royal Ontário Museum, Galeria de Arte de Ontário, a CN Tower que tem 553 metros de altura e a Yonge Street que é a rua mais longa do planeta, com quase dois mil quilômetros de comprimento.

Aí sim, está permitido dar continuidade à viagem.

1º dia: saindo de Toronto

Para sair da cidade, existem duas opções de estradas: Route 401 ou Macdonald–Cartier Freeway, as duas levam ao mesmo destino. Depois de 170 km de estrada, é possível fazer uma pausa estratégica em Trenton, onde o Museu da Força Aérea do Canadá garante um passeio bem interessante e os cafés podem ser aproveitados para recuperar as energias antes de seguir viagem.

Se a visita ao museu não for muito demorada, o almoço pode ser feito em Kingston, mais 100 km a frente da última parada. Lá fica o antigo Forte Henry, construído em 1832 para proteger a região. Hoje, a imensa estrutura acomoda um museu, lojas e diversas outras atrações.

Logo no início da tarde, a próxima parada pode ser em Rockport, que fica a 40 km de Kingston. Para fechar o dia de visitações, vale a pena fazer o cruzeiro das 1000 ilhas. Diferentes embarcações navegam pelas águas do rio São Lourenço e passam pelas 1.800 ilhas, cada uma com uma construção, particular ou turística. Algumas paradas estratégicas são feitas para que a experiência possa ser ainda mais encantadora.

Depois disso, a melhor coisa a ser feita é passar a noite na cidade, descansar e se preparar para seguir viagem até chagar à próxima parada antes de chegar a Quebec.

2º dia: a caminho de Montreal

de-toronto-a-quebec-city-de-carro

Montreal – Por – Pixabay – montreal-skyline-city-canada-865436/

A principal cidade antes de Quebec é Montreal. O caminho até lá, porém, pode passar pela charmosa Morrisburg, na verdade um pequeno vilarejo que parece ter parado no tempo, mais especificamente no século 19. Ao visitar o lugar, o viajante se depara com um estilo de vida bem diferente da realidade dos grandes centros urbanos.

Os camponeses da região ainda mantêm costumes passados, usando roupas antigas, charretes para se locomover e outros subsídios que se tornaram obsoletos com a modernidade. Todo o turismo na cidade gira em torno disso, recebendo os visitantes em casinhas antigas e hotéis históricos. Passar a manhã ali e almoçar no local são programas indicados a quem quer curtir a tranquilidade de outras épocas e viajar no tempo, sem precisar de uma máquina para isso.

À tarde, saindo de Morrisburg e percorrendo mais 155 km de estrada, chegamos a Montreal. Última parada a poucos quilômetros de Quebec, o destino exige mais de um dia do turista que pretende de fato conhecer pelo menos boa parte de suas atrações turísticas.

O centro histórico, os bistrôs franceses, bares, restaurantes, parques e museus são lugares que podem facilmente ocupar de três a cinco dias do visitante, sem que o tédio ameace aparecer. Se houver disponibilidade, quanto maior a estadia em Montreal, melhor aproveitada será a visita à cidade.

3º dia: chegando em Quebec

de-toronto-a-quebec-city-de-carro

Quebec – Por Pixabay – castle-frontenac-québec-city-547206/

Colocamos terceiro dia apenas para seguir a ordem, mas na verdade este número vai depender dos dias passados em Montreal. Voltando ao nosso roteiro, deixando a última parada ainda pela manhã, será possível almoçar em Quebec. São 236 km de estrada, seguindo pela Autoroute 20.

Como é capital francesa do Canadá, nada mais recomendável do que fazer as refeições em restaurantes onde pratos típicos dos colonizadores do país possam ser provados. Após o almoço e deixar as malas no hotel, as belezas de Quebec podem começar a serem exploradas. Seus prédios históricos, principalmente os mais antigos, permanecem intactos desde o século 17, quando a cidade foi fundada. As ruas mais modernas trazem o turista de volta à realidade atual, garantindo momentos que prometem marcar a memória de quem se deixa levar pelas suas atrações turísticas.

Coisas para fazer na cidade não faltam. O ideal, para não precisar voltar a Toronto e pegar quase 800 km de estrada novamente, é combinar com a loja de aluguel de carros para entregar o carro em Quebec e marcar passagem de volta saindo dali. Dessa forma, toda a viagem será mais agradável, permitindo uma experiência muito enriquecedora.

Compartilhe

Todos os esforços foram feitos para validar todas as informações dos textos publicados neste blog no momento da sua redação, porém a Rentcars.com não se responsabiliza por imprecisões ou alterações futuras que possam ocorrer em função do dinamismo das ofertas e condições do mercado de turismo. Os artigos aqui publicados, bem como os eventuais comentários de seus leitores, têm caráter meramente informativo e cabe ao cliente validar antecipadamente junto a Rentcars.com e/ou Locadoras qualquer informação que possa afetar seus planos de viagem.

Nenhum comentário »

Nenhum comentário ainda sobre o post. Seja o primeiro a comentar.

Feed RSS dos comentários deste post TrackBack URL

Deixe um comentário