22.ago.2016 | Rentcars.com | Dicas Dirigir no Exterior

Manual básico para dirigir em Orlando

Muita gente tem receio de dirigir em Orlando, porém quem dirige em qualquer cidade média ou grande do Brasil, vai perceber que dirigir em Orlando é muito mais fácil do que parece. As avenidas são largas e bem sinalizadas, e o trânsito flui bem, então é bem tranquilo. Siga as dicas do Manual básico para dirigir em Orlando e aproveite o melhor da viagem.

manual-basico-para-dirigir-em-orlando-florida

Um item fundamental é o GPS, pois com ele é possível encontrar qualquer caminho, o que já facilita demais. Então é importante providenciar um GPS, que pode ser alugado junto com o próprio carro.

Uma coisa importante é respeitar as leis de trânsito. A principal delas é não beber e dirigir; a lei nos Estados Unidos é rígida e se algo acontecer depois de ter bebido, você pode ter uma punição pesada, que pode ser até de prisão, por exemplo.

Respeitar o limite de velocidade indicado também é importante para evitar problemas com a polícia. Além disso, a placa “pare” é algo muito sério; ao se deparar com uma dessas placas, realmente pare por 4 segundos antes de continuar. O desrespeito à essa lei, gera multas.

manual-basico-para-dirigir-em-orlando-florida

Pare – Respeite as leis de trânsito

O pedestre tem sempre preferência, então ao passar numa faixa, se tiver um pedestre pronto para atravessar, pare e deixe-o passar.

Porém, diferentemente do que ocorre no Brasil, ao parar no farol vermelho, é permitido fazer a conversão à direita se não estiver vindo nenhum carro; olhe com cuidado e pode virar. A exceção é no caso de encontrar a placa “no right turn on red”; nesse caso deve-se esperar o farol ficar verde.

Usar cinto de segurança, tanto nos bancos da frente, quanto nos de trás, é obrigatório e crianças abaixo de 6 anos devem usar cadeirinha ou booster.

Para dirigir em Orlando é necessário somente a CNH emitida no Brasil; não é necessário PID (Permissão Internacional para Dirigir). Para retirar o carro deve-se apresentar, além da CNH do condutor principal e dos adicionais, um cartão de crédito internacional, que servirá como garantia em caso de multas ou avarias no veículo. Normalmente é bloqueado um valor em torno de US$500,00 desse cartão.

Outra coisa que preocupa muito os brasileiros é a questão do pedágio, mas isso é muito tranquilo também. Para quem pretende pagar os pedágios em dinheiro, o importante é manter notas menores ou iguais a US$20,00 e também moedas. Alguns postos de pedágio não possuem cabine com funcionários; tendo somente um método eletrônico de recebimento de moedas. Essas cabines possuem placas de identificação como “Exact Coins”. Para esses casos é necessário jogar o valor exato de moedas num cesto para liberar passagem.

manual basico para dirigir em orlando florida

As cabines de pedágio são muito bem sinalizadas

Quando há cabine com funcionário, identificadas como “Change and Receipts”, pode-se utilizar pagamento com notas, porém o recomendado é utilizar notas de valor baixo.

Para quem prefere não parar nas cabines, existe a opção do pedágio “pré pago”, onde o motorista passa pela faixa da esquerda identificada como “pre-paid tolls” se tiver no carro o equipamento ou chip instalado. Nesse caso não paga o pedágio no momento; o pedágio será cobrado dias depois no cartão de crédito que foi deixado como garantia.

Esse método costuma ter um custo de utilização, porém só é cobrado se for utilizado; se durante a viagem não utilizar o serviço, não paga nada. Se utilizar, será cobrado por dia de utilização. É um método muito prático, porém com o custo extra pode não compensar. O ideal é perguntar para a locadora no momento de retirar o carro qual o custo e decidir se compensa usar ou não. Sempre é válido tê-lo no caso de não ter notas baixas ou moedas em mãos.

E por último, mas não menos importante, o item abastecimento, que parece um bicho de 7 cabeças à primeira vista, mas é bem mais tranquilo do que parece. Nos postos de combustível nos Estados Unidos não há frentista; é o próprio motorista que abastece o veículo. Então ao parar no posto, o motorista deve se dirigir à loja de conveniência anexa ao posto e indicar o número da bomba usando a palavra “pumb” e efetuar o pagamento do valor desejado. O atendente vai fazer a liberação da bomba.

manual-basico-para-dirigir-em-orlando-florida

Abastecimento

Ao retornar ao veículo, basta retirar a mangueira, selecionar o tipo de combustível (escolha sempre o mais barato), inserir o bico no tanque do carro e acionar a alavanca. Ao atingir o valor pago na loja de conveniência, a bomba para automaticamente. Se não houver troco, não precisa retornar à loja e já pode ir embora normalmente.

Importante mencionar que dependendo do tipo de reserva de carro adquirida, pode-se devolver o tanque do veículo vazio. Em outros casos é necessário devolver o carro com o tanque cheio. Certifique-se antes da devolução para não devolver o carro com o tanque cheio sem precisar ou devolver vazio e ter que pagar pela gasolina faltante, que normalmente é bem mais cara na locadora, que nos postos.

De resto é só engatar a marcha, seguir para os parques mais incríveis do mundo e curtir as férias em Orlando!

Manual básico para dirigir em Orlando é um oferecimento de Andreza Dica & Indica, afiliada Rentcars.com.

Receba as ofertas Rentcars.com!

Você fará parte da nossa lista vip para receber ofertas exclusivas com até 60% de Desconto!

Compartilhe

Todos os esforços foram feitos para validar todas as informações dos textos publicados neste blog no momento da sua redação, porém a Rentcars.com não se responsabiliza por imprecisões ou alterações futuras que possam ocorrer em função do dinamismo das ofertas e condições do mercado de turismo. Os artigos aqui publicados, bem como os eventuais comentários de seus leitores, têm caráter meramente informativo e cabe ao cliente validar antecipadamente junto a Rentcars.com e/ou Locadoras qualquer informação que possa afetar seus planos de viagem.

Nenhum comentário »

Nenhum comentário ainda sobre o post. Seja o primeiro a comentar.

Feed RSS dos comentários deste post

Deixe um comentário